Londres - As autoridades financeiras britânicas anunciaram nesta quinta-feira uma investigação preliminar sobre possíveis manipulações do mercado de divisas.

A Autoridade de Conduta Financeira (FCA) pediu informações a vários bancos com importante atividade cambial, incluindo Citigroup e Deutsche Bank, informa o jornal Financial Times.

"A FCA está a par das acusações e tem conversado com as partes afetadas", confirmou um porta-voz da Autoridade, que não revelou detalhes.

Os bancos procurados pela FCA estão revisando as operações efetuadas e as mensagens instantâneas dos operadores para identificar possíveis manipulações, segundo o FT.

A FCA é uma das novas entidades de controle criadas da dissolução da Autoridade de Mercados Financeiros (FSA).

O Reino Unido se viu afetado ano passado por um escândalo sobre a manipulação da taxa interbancária Libor.

O escândalo Libor explodiu em junho de 2012 quando o banco britânico Barclays revelou que pagaria uma multa para encerrar as investigações das agências reguladoras britânicas e americanas. O suíço UBS e o britânico RBS foram multados mais tarde.

A Libor, fixada em Londres com base em índices comunicados por um painel de bancos internacionais, é a taxa de referência para os empréstimos entre as próprias entidades.

Central no mundo das finanças, a Libor condiciona mais bilhões de dólares de produtos financeiros e têm incidência nos créditos para famílias e empresas.

Tópicos: Bancos, Finanças, Fraudes, Europa, Reino Unido, Países ricos