Londres/São Paulo - A produção brasileira de aço bruto subiu mais que a média mundial em maio na comparação anual, em meio a um cenário interno de demanda aquecida e contabilização de operações de novas unidades produtivas no país.

A produção de aço bruto do Brasil em maio somou 3,276 milhões de toneladas, crescimento anual de 14,7 por cento que inclui produção da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA). A empresa começou a produzir placas para exportação no Rio de Janeiro no final do primeiro semestre do ano passado.

Enquanto isso, no mundo, o total produzido no mês passado foi de 129,86 milhões de toneladas, crescimento de 4,2 por cento.

Na China, maior produtor e consumidor de aço do mundo, as usinas siderúrgicas do país produziram 60,2 milhões de toneladas em maio, expansão de 7,8 por cento.

O Instituto Aço Brasil (IABr) informou que deve divulgar seus números consolidados sobre o desempenho do setor em maio entre segunda e terça-feira.

Segundo a WSA, a produção de aço bruto acumulada de janeiro a maio pelo Brasil é de 14,753 milhões de toneladas, expansão de 9 por cento sobre o mesmo período de 2010 e salto de 71 por cento sobre os cinco primeiros meses do fraco ano de 2009.

Já a produção mundial acumula crescimento 7,3 por cento contra 2010 e de 39,9 por cento sobre o mesmo período de 2009.

Tópicos: Dados de Brasil, América Latina, Setores, Indústrias em geral, Indústria, Siderurgia