Das águas ultraprofundas ao topo

São Paulo – Os números das reservas dos principais blocos do pré-sal brasileiro impressionam. Dê só uma olhada: de 8 a 12 bilhões de barris de petróleo no Campo de Libra; de 5 bilhões a 8 bilhões de barris equivalentes em Tupi, entre 3 bilhões e 4 bilhões de barris em Iara; 1,1 a 2 bilhões de barris de óleo recuperável em Guará; e até 2, 5 bilhões no Parque das Baleias.

Apesar de se tratarem de estimativas, se provadas, todas essas reservas somadas alçarão o país à elite dos 10 países com as maiores reservas nacionais de petróleo do mundo. Atualmente, o Brasil ocupa a 15ª posição, com reservas recuperáveis de 15,3 bilhões de barris de petróleo.

Tópicos: ANP, Campo de Libra, Pré-sal, Concessões, Privatização, Leilões, Petrobras, Empresas, Capitalização da Petrobras, Estatais brasileiras, Petróleo, gás e combustíveis, Empresas brasileiras, Empresas estatais, Empresas abertas, Indústria do petróleo, Energia, Petróleo, Petróleo, gás e biocombustíveis