Tóquio - A provedora de dados Markit e a Nomura/JMMA informaram que o índice de atividade dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial do Japão cresceu a um ritmo mais rápido em outubro. O índice avançou para 54,2 na leitura de outubro, de 52,5 em setembro. Com o desempenho atual, o índice atingiu o maior nível desde maio de 2010.

Este é o oitavo mês seguido que o indicador fica acima de 50, o que indica expansão da atividade.

O total de novas encomendas atingiu seu maior nível em quatro anos, enquanto a produção manufatureira chegou ao desempenho mais expressivo desde dezembro de 2009. Ambos os fatores foram determinantes para a elevação do PMI industrial do Japão. A tendência do emprego na indústria japonesa permaneceu estável pelo terceiro mês consecutivo.

"Os últimos dados do PMI indicam que a recente expansão foi em grande parte impulsionada pela demanda e pela decisão do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em elevar o imposto sobre vendas a partir de abril de 2014", disse Claudia Tillbrooke, economista da Markit, em relatório.

Tópicos: Desenvolvimento econômico, Crescimento, Ásia, Japão, Países ricos, PMI