Perigo à vista

São Paulo - Nesta segunda-feira, a consultoria Eurasia Group, uma das mais importantes do mundo, lançou seu relatório com os 10 principais riscos internacionais para ficar de olho em 2016.

A lista é liderada pelo enfraquecimento da aliança entre Europa e Estados Unidos, tão central para a garantia da segurança global, e termina com os perigos envolvidos na consolidação do poder pelo presidente Erdogan na Turquia.

Também aparecem a desaceleração da China, o fortalecimento do Estado Islâmico e até a entrada cada vez mais intensa de atores do mundo da tecnologia no mundo da política clássica.

O Brasil é o número 8 da lista: a Eurasia aposta que com ou sem impeachment, nossa situação política e econômica ainda tem muito para piorar.

Veja a seguir quais são os 10 maiores riscos internacionais de acordo com a Eurasia:

Tópicos: Arábia Saudita, Ásia, China, Crise, Crise econômica, Crise política, EI, Estado Islâmico, EIIL, Estados Unidos, Países ricos, Europa, Tecnologia, Turquia, União Europeia