O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido em São Paulo pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), fechou o mês de fevereiro com alta de 0,89%, variação inferior ao resultado de janeiro (1,37%).

No acumulado dos últimos 12 meses, a taxa é de 10,43%.

Três dos sete grupos pesquisados apresentaram perda no ritmo de aumento de preços, entre eles o de alimentação (de 2,36% para 1,02%).

No grupo transportes, a taxa foi de 2,19% para 1,09% e, em educação, de 7,62% para 0,39%. Nos quatro grupos restantes houve avanços com destaque para habitação (de 0,64% para 0,91%). 

Em despesas pessoais, o índice subiu de -0,14% para 0,84%; em saúde (de 0,58% para 0,71%); em vestuário (de -0,39% para 0,36%).

Tópicos: Inflação, IPC, Estatísticas, Indicadores, São Paulo, Cidades brasileiras, Metrópoles globais