Brasília - O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, disse em nota divulgada pela nesta sexta-feira que o ministério contribuirá para o combate à inflação com a adoção de medidas de reequilíbrio fiscal e de aumento da produtividade da economia.

Barbosa também afirmou que o Banco Central está empenhado em tomar as medidas necessárias para trazer a inflação para o centro da meta, que é de 4,5 por cento, até o final de 2017. Em 2015, a inflação estourou a meta pela primeira vez desde 2003, com avanço de 10,67 por cento.

Tópicos: Ministério da Fazenda, Economistas, Nelson Barbosa