São Paulo – Uma vez grande centro da indústria automobilística, a cidade americana de Detroit, que vêm sofrendo há anos com a queda de empregos no setor, pediu falência nesta quinta-feira.

Segundo veículos de imprensa dos Estados Unidos, a cidade apelou em uma corte federal ao “Chapter 9”, lei de falência equivalente ao que famoso “Chapter 11” é para as empresas, porém reservado para os municípios.

Com dívidas que passam dos 17 bilhões de dólares (considerando obrigações de longo prazo), o pedido de falência se torna o maior de uma cidade americana.

O pedido será analisado em um período entre 30 e 90 dias, conforme explica o USA Today.

Os empregos diminuindo na indústria automobilística são uma parte importante do problema. Conforme mostra reportagem da AP, outros fatores como queda brusca de moradores, especialmente da classe média e donos de negócios, influenciou muito a situação econômica da cidade, que assim perdeu muito na arrecadação de impostos. 

> Veja as imagens que resumem a crise de Detroit

Tópicos: Cidades, Detroit, Estados Unidos, Países ricos, Falências