Bruxelas - O desemprego se manteve em 12,2% da população ativa na zona do euro em setembro e em 11% no conjunto da União Europeia (UE), segundo dados publicados nesta quinta-feira pelo Eurostat, o escritório comunitário de estatística.

Na Espanha, a taxa de desemprego também seguiu sem mudanças em agostol, com 26,6%, a segunda maior dos vinte E oito depois da Grécia (27,6%, segundo dados de julho)

Em comparação com setembro de 2012, o desemprego aumentou em 0,6 pontos nos membros do euro, em 0,4 em toda a União e em 0,8 na Espanha, segundo os dados divulgados pelo Eurostat.

Em setembro, havia na UE 26,8 milhões de desempregados, dos quais 19,4 milhões pertenciam à zona do euro, o que significa um aumento respectivo de 61 mil e 60 mil pessoas em comparação com agosto.

Com relação a setembro de 2012, o número de desempregados aumentou em 978 mil pessoas nos vinte E oito e em 996 mil na zona do euro.

Tópicos: Desemprego, Europa, União Europeia, Zona do Euro