Berlim - A confiança do consumidor alemão para novembro recuou mas permaneceu perto de seu maior nível em seis anos, mostrou pesquisa nesta quinta-feira, sugerindo que o governo ainda pode contar com o consumo privado para impulsionar o crescimento.

O grupo de pesquisa de mercado GfK informou que seu indicador antecedente de confiança do consumidor, com base em pesquisa junto a cerca de 2 mil pessoas, caiu para 7,0 para novembro ante máxima de seis anos em outubro de 7,1.

O resultado ficou abaixo de expectativa de 7,2 em pesquisa da Reuters. A queda deveu-se ao fato de os consumidores se tornarem ligeiramente mais pessimistas sobre seus ganhos futuros e portanto menos propensos a gastar dinheiro.

Mas o GfK afirmou que a confiança do consumidor permaneceu positiva no geral e confirmou sua previsão de que os gastos das famílias subirão cerca de 1 por cento em termos reais neste ano.

Tópicos: Alemanha, Europa, Países ricos, Confiança, Consumo, Nível de confiança