Brasília – As famílias atingidas pelas chuvas e a estiagem, cadastradas no Programa Bolsa Família e que tiveram a data de pagamento antecipada, poderão retirar o benefício de janeiro a partir de amanhã. A medida do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) tem por objetivo amenizar as dificuldades enfrentadas pelas famílias.

Em Minas Gerais, que tem166 municípios atingidos pela chuva, 377.412 mil famílias poderão retirar o valor do benefício em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Além de Minas Gerais, os demais estados da Região Sudeste que também sofrem os efeitos das enchentes, os cadastrados no Bolsa Família também receberão o pagamento adiantado.

O benefício também será antecipado para as famílias do Rio Grande do Sul, um dos estados da Região Sul castigados pela estiagem. A seca, que já dura quatro meses, prejudica 142 municípios gaúchos, afetando 80 mil famílias.

O valor total do Bolsa Família a ser liberado é superior a R$ 58,5 milhões. Os pedidos de antecipação devem ser encaminhados pelas prefeituras às secretarias estaduais de Assistência Social.

Tópicos: Bolsa família, Caixa, Bancos, Empresas, Chuvas, Desastres naturais