São Paulo – O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) anunciou hoje que a taxa Selic subiu de 11% para 11,25% ao ano. A decisão surpreendeu a maioria do mercado, que esperava pela manutenção da taxa até o fim do ano.

Com a elevação, o Banco Central interrompeu uma série de cinco reuniões com taxa em 11%.

Em março do ano passado, os juros haviam chegado a 7,25% - a mais baixa Selic da história. 

O próximo encontro está marcado para os dias 02 e 03 de dezembro.

Cenário

Após duas semanas de estabilidade, economistas de instituições financeiras passaram a ver menor aperto monetário no fim de 2015 e reduziram a projeção para a Selic a 11,5%, ante 11,88%, mostrou pesquisa Focus do Banco Central nesta semana.

Em relação às projeções sobre inflação e crescimento econômico, os analistas consultados no Focus não alteraram suas estimativas.

Para a alta do IPCA, a estimativa é de que o índice fechará 2014 a 6,45% e 2015 a 6,30%. A meta do governo é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Em outubro, O IPCA-15 acelerou a alta a 0,48%, e acumulou em 12 meses 6,62%, permanecendo acima do teto da meta.

copom

copom

Tópicos: Juros, Copom, Economia brasileira, Selic, Estatísticas, Indicadores