São Paulo - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) promove às 10h de hoje (7), na BM&FBovespa, em São Paulo, leilão para contratar serviço de transmissão de energia nos estados do Pará, de Minas Gerais, do Tocantins e de Goiás.

O empreendimento conectará a Usina Hidrelétrica de Belo Monte à Região Sudeste.

Na primeira etapa do leilão será licitado o lote único (A e B).

Se não houver proposta, haverá o leilão dos lotes separados. Os contratos só serão efetivados se houver vencedor para os dois lotes.

O vencedor será aquele que apresentar a menor proposta de Receita Anual Permitida (RAP) pela prestação do serviço, a ser recebida a partir da operação comercial.

Segundo a Aneel, para o lote único, a RAP ficou em R$ 701 milhões. Para os lotes em separado o valor definido foi R$ 370,6 milhões (lote A) e R$ 327,4 milhões (lote B). A receita será recebida pelo prazo de 30 anos, com possibilidade de prorrogação a critério do governo.

As instalações devem entrar em operação no prazo de 44 meses a 46 meses da assinatura dos contratos, com a criação de 15.476 empregos diretos. Os investimentos previstos chegam R$ 5 bilhões.

Tópicos: Aneel, Belo Monte, Energia elétrica, Usinas, Leilões, Sudeste