Alerta

São Paulo - Começa na semana que vem em Davos, na Suíça, o tradicional encontro do Fórum Econômico Mundial.

Como prévia, a organização lançou ontem um relatório com os maiores riscos enfrentados pela economia global, definidos com base nas respostas de 750 membros do Fórum.

Em termos de probabilidade, os 5 maiores riscos são, em ordem: migração involuntária de grande escala, eventos climáticos extremos, o fracasso da adaptação e mitigação das mudanças climáticas, conflitos entre estados com consequências regionais e grandes catástrofes naturais.

Em termos de impacto, os 5 maiores são, em ordem: o fracasso da adaptação e mitigação das mudanças climáticas, armas de destruição em massa, crise da água, migração involuntária de grande escala e choques do preço de energia.

Só este último é propriamente de natureza econômica, mas outros aparecem no ranking completo.

Dois em específico (desemprego/subemprego e choques de preços de energia) são mencionados como riscos da mais alta preocupação para fazer negócios em 140 economias.

Veja quais são os 5 riscos econômicos que entraram no top 10 do Fórum - ou entre os mais prováveis, ou entre os de maior impacto.

Tópicos: Bolhas, Davos, Desemprego, Fórum Econômico Mundial, Energia, Petróleo, Política fiscal