São Paulo – Entre a população brasileira com 18 anos ou mais, 39,5% não possui conta corrente e nem poupança, sendo 11% na classe alta (cerca de 6 milhões de pessoas), 52% na classe média (29 milhões de pessoas) e 37% na classe baixa (20 milhões de pessoas). As informações são de pesquisa do Data Popular que será apresentadas hoje no Congresso Consumidor Moderno de Crédito, Cobrança e Meios de Pagamento.

Existem três razões principais para a não bancarização, segundo o Instituto Data Popular: a dificuldade de acesso à rede bancária; pessoas que já tiveram contas bancárias, mas que devido a problemas financeiros ficaram endividados ou inadimplentes e há também que opte por não ter relacionamento com os bancos, por enxergar neles instituições “exploradoras”. 55 milhões de adultos não-bancarizados movimentam 665 bilhões de reais por ano, segundo estudo do Instituto Data Popular. 

As regiões com as maiores proporções de pessoas não bancarizadas são o norte (50%) e o nordeste (53%). A maior parte dos não bancarizados são mulheres (60%), com faixa etária entre 25 e 59 anos, sendo 31% entre 25 e 39 anos e 33% entre 40 e 59 anos. Dentre os não bancarizados, seis em cada dez são negros.

Quanto à escolaridade, 68% tem ensino fundamental ou menos, 31% tem ensino médio completo, 3% não tem escolaridade e 1% tem o ensino superior completo. 44% dos não-bancarizados não trabalha. 

Tópicos: Bancos, Finanças, Cartões de crédito, Setor de cartões, Crédito, Data Popular, Empresas