“Não existe crise econômica no Brasil”, diz Temer em Hamburgo

Questionado sobre se a crise política atrapalhava o andamento da economia, o presidente respondeu que não

Hamburgo, 07 – O presidente Michel Temer negou que exista crise econômica no País. “Crise econômica no Brasil não existe. Vocês têm visto os últimos dados”, disse nesta sexta-feira, 7, ao chegar ao hotel Le Meridien, em Hamburgo, para participar da reunião da cúpula de líderes das 20 maiores economias do mundo, o G20.

Quando os jornalistas que o aguardavam na frente do hotel às 6 horas da manhã no horário local (1 hora de Brasília) reforçaram a pergunta sobre o desempenho da atividade, questionando se não existia realmente uma crise econômica no País, Temer enfatizou: “Não, não. Pode levantar os dados e você verá que estamos crescendo no emprego, estamos crescendo na indústria, estamos crescendo no agronegócio. Lá não existe crise econômica”, disse.

Quando questionado sobre se a crise política atrapalhava o andamento da economia, o presidente já estava se dirigindo para dentro do hotel, mas virou o rosto para os jornalistas e disse “não”, reforçando a negativa com o dedo.

Ao chegar ao local, Temer disse que estava preparado para participar da reunião dos Brics (reunião dos emergentes Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que, segundo ele, visa ao desenvolvimento dos cinco países.

“E de alguma maneira participar desta grande reunião, que é o G-20. Certamente, alguns temas fundamentais para os países componentes do grupo serão debatidos, entre eles, o meio ambiente.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. roberto ferro

    Pra ele nao existe crise mesmo,sentado sobre o dinheiro publico que roubou.Bando de FDP. Mas pegaremos voce e sua corja tambem ,assim como os demais.

    1. Marcio Renato Nascimento Cardoso de morais

      Com certeza!!!

  2. Virginia Paiva

    Falastrão e interesseiro que ganha fortunas de salários e por fora

  3. Para corruptos como ele, não existe crise, afinal eles têm muito dinheiro de propina!