Moody’s indica prioridades que governo deve ter, diz Levy

Após rebaixamento do rating do Brasil, ministro da Fazenda afirmou que decisão da Moody's é uma indicação das prioridades que governo deve seguir

Brasília – Após o rebaixamento do rating do Brasil para Baa3 pela agência de risco Moody’s nesta terça-feira, 11, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou que a decisão da agência é uma indicação das prioridades que o governo deve ter para manter a qualidade da dívida pública.

“A declaração da Moody’s explica exatamente os pontos que ela achou relevante, é uma declaração bastante detalhada, transparente e que eu acho que dá indicação das prioridades que a gente tem que ter em relação a manter a qualidade da nossa dívida pública”, disse ao deixar o Ministério da Fazenda depois de uma reunião com banqueiros.