Dólar R$ 3,28 0,12%
Euro R$ 3,68 0,13%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 0,12% 63.333 pts
Pontos 63.333
Variação 0,12%
Maior Alta 22,54% JBSS3
Maior Baixa -4,00% CYRE3
Última atualização 25/05/2017 - 16:50 FONTE

Monitor do PIB da FGV aponta alta de 0,67% em novembro

Na comparação com novembro de 2015, o PIB apresentou redução de 1,5% em novembro de 2016

Rio – O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro aumentou 0,67% em novembro ante outubro, estima o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) por meio do Monitor do PIB, divulgado nesta sexta-feira, 13.

O indicador antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo cálculo oficial das Contas Nacionais.

“A despeito do crescimento mensal positivo, a economia continua estagnada em patamar bastante negativo. Os dois principais componentes da demanda, consumo das famílias e formação bruta de capital fixo, que poderiam ser os motores para a recuperação, têm apresentado, regularmente, taxas de variação negativas, ao longo dos últimos trimestres”, avaliou Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV, em nota oficial.

Na comparação com novembro de 2015, o PIB apresentou redução de 1,5% em novembro de 2016. Embora ainda negativa, a queda foi a menos acentuada registrada ao longo do ano passado.

Todos os componentes da demanda tiveram perdas, com exceção das exportações, que avançaram 7,8% nesse tipo de comparação. Pela ótica da oferta, houve crescimento nas atividades de extrativa mineral (6,0%), eletricidade (2,6%), serviços imobiliários (0,4%) e administração pública (0,4%).

O consumo das famílias recuou 1,9% em novembro ante o mesmo mês de 2015, enquanto a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) encolheu 5,8%. Já a taxa acumulada pelo PIB em 12 meses mantém redução no ritmo de queda, alcançando recuo de 4,0% em novembro.