Ministério dos Transportes espera reforço de R$ 2 bi no orçamento

O espaço para recomposição foi aberto com a revisão da meta fiscal de 2018, de um déficit de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões

Brasília – O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, disse nesta quinta-feira, 17, que a pasta negocia com o ministério do Planejamento um reforço de R$ 2 bilhões em suas dotações orçamentárias neste ano.

O espaço para recomposição foi aberto com a revisão da meta fiscal de 2018, de um déficit de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões. Os recursos serão utilizados prioritariamente em obras de manutenção, disse o ministro. Um exemplo é o trecho da BR-153 em Goiás e Tocantins, que estava concedido para a Galvão 153, mas voltou para o controle do governo depois que o presidente Michel Temer decretou a caducidade da concessão.

Quintella participou nesta quinta de uma cerimônia de assinatura de termo de transferência de R$ 128,5 milhões para o Exército Brasileiro, que atuará no asfaltamento da BR-163 no Pará. Esse trecho de rodovia ficou conhecido no ano passado por causa dos atoleiros que dificultaram o escoamento da safra de soja para os portos do Norte do País.

A promessa do governo é concluir o asfaltamento do trecho até Miritituba no final de 2018. Com isso, será viabilizado o trânsito da soja do Mato Grosso até o porto fluvial, de onde a carga seguirá por hidrovia até os portos de Belém.