Meirelles: Combustível é candidato provável para alta de imposto

O ministro da Fazenda afirmou que o aumento do PIS/Cofins sobre combustíveis tem a vantagem de poder ser feito por decreto

Brasília – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou nesta quarta-feira, 19, que o governo finaliza cálculos sobre o eventual aumento de impostos que poderia ser anunciado nesta quinta-feira, 20.

Em entrevista ao canal GloboNews, Meirelles disse que o “candidato mais provável” para o aumento de imposto é o PIS/Cofins cobrado sobre combustíveis.

“PIS/Cofins sobre combustíveis tem a vantagem que pode ser feito por decreto. Portanto, é rápido, tem efeito maior durante o ano e começa a vigorar imediatamente”, disse.

Apesar de falar assertivamente sobre as vantagens do aumento do PIS/Cofins, Meirelles diz que a decisão ainda não foi tomada e o governo pretende definir amanhã se o aumento de tributo é necessário.

“Se for necessário, aumentaremos”, resumiu. O ministro também comentou que o governo avalia a possibilidade de aumento da Cide.

Ao canal de televisão, o ministro da Fazenda informou que eventual anúncio de aumento do imposto será feito amanhã durante apresentação do relatório bimestral de despesas do governo federal.

Veja também