IGP-M sobe 0,59% na 1ª prévia de maio, diz FGV

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis

São Paulo – Os preços avançaram de forma generalizada e o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) acelerou a alta a 0,59% na primeira prévia de maio, depois de subir 0,31% no mesmo período de apuração do mês anterior.

Os dados divulgados nesta terça-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostraram que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, avançou 0,65% no período, contra alta de 0,36% na primeira prévia de abril.

Somente os preços dos produtos agropecuários mostraram avanço de 1,70% na primeira apuração de maio, contra alta de 1,19% no mês anterior.

Os preços ao consumidor também tiveram aceleração, com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, subindo 0,58% na primeira prévia de maio, ante avanço de 0,27% no mês anterior.

O destaque foi o grupo Saúde e Cuidados Pessoais, cuja alta passou de 0,50% para 3,14%.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve alta de 0,25%, depois de ficar estável em abril.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

A primeira prévia do IGP-M calculou as variações de preços no período entre os dias 21 e 30 do mês de abril.

Matéria atualizada às 8h44