Líderes chineses iniciam encontro sobre economia

Conferência Central de Trabalho Econômico é observada atentamente por investidores que especulam sobre prioridades e metas do governo

Pequim – Os principais líderes da China deram início a um encontro anual para detalhar planos e reformas econômicos para 2017, relatou a mídia estatal nesta quarta-feira.

A Conferência Central de Trabalho Econômico é observada atentamente por investidores em busca de pistas sobre as prioridades de políticas econômicas e principais metas para o ano seguinte.

A agência de notícias Xinhua relatou que o encontro teve início nesta quarta-feira, mas não informou quando a conferência deve terminar.

Em 2015, a reunião foi realizada de 18 a 21 de dezembro.

Líderes chineses prometeram na sexta-feira promover mais as reformas do lado da oferta em 2017, ao mesmo tempo em que avançam com as reformas dos setores estatal e fiscal.

O governo não deve fazer anúncios específicos de metas econômicas para 2017, incluindo o crescimento do PIB, crescimento de investimentos e da oferta de dinheiro, até o encontro anual do Parlamento em março.

A China segue no caminho para alcançar seu alvo de crescimento anual de 6,5 a 7 por cento neste ano, mas enfrenta riscos crescentes de possíveis bolhas de preços de ativos, à medida que a reestruturação econômica desacelerou.

A economia também enfrenta desafios derivados do crescimento lento no setor de investimento privado, do mercado imobiliário superaquecido e do excesso de capacidade industrial.