IPC da Fipe indica recuperação de preços de alimentos

Na média, alimentos recuaram 0,65%, mas queda é inferior à da última apuração (-0,92%)

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, iniciou dezembro com ligeiro aumento ao atingir 0,18% ante 0,15% de novembro.

Este resultado se deve ao movimento de recuperação de preços dos alimentos que, na média, recuaram 0,65%, porém, essa queda é inferior à da última apuração (-0,92%).

Além disso, o grupo de despesas pessoais acelerou ao passar de uma alta de 0,79% para 0,90%. Nos cinco demais grupos, as correções ocorreram com taxas menores do que no encerramento de novembro.

Em saúde, o IPC atingiu variação de 0,41% ante 0,48%; em habitação, o índice passou de 0,34% para 0,29%; transportes (de 0,42% para 0,31%); em vestuário (de 1,05% para 0,90%) e educação (de 0,13% para 0,07%).