Intenção de consumo das famílias sobe 0,9% em março

Também aumentou o percentual de pessoas que consideram o momento bom para compra de bens duráveis

A Intenção de Consumo das Famílias cresceu 0,9% em março deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada hoje (21) no Rio de Janeiro, o indicador também avançou 1,4% na comparação com fevereiro deste ano.

Na comparação com março de 2016, houve alta em três dos sete componentes do indicador, com destaque para a perspectiva de consumo, que subiu 13,1%.

Também aumentaram o percentual de pessoas que consideram o momento bom para compra de bens duráveis (6,6%) e a avaliação sobre o emprego atual (2,5%).

A perspectiva profissional manteve-se estável. E caíram as avaliações sobre a renda atual (-3,4%), nível de consumo atual (-4,1%) e compra a prazo (-5,2%).