Inflação na Espanha sofre leve redução e fica em 1,8%

O índice está abaixo da média da Zona do Euro, que, em junho, foi de 2,4%

Madri – A inflação na Espanha ficou em junho em 1,8%, frente ao 1,9% registrado de maio, segundo dados definitivos publicados nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Desde que em abril de 2011 registrou 3,5%, a inflação foi caindo de maneira constante para situar-se agora abaixo da média da Zona Euro, que, em junho, foi de 2,4%, segundo uma primeira estimativa da Eurostat.

O INE, que elabora estas estatísticas com dados harmonizados com os da União Europeia, destaca a elevação de 11,5% dos preços das bebidas alcoólicas e do tabaco, que contrasta com a queda registrada no mesmo mês do ano passado.

A Espanha já vive três trimestres de crescimento negativo e esta tendência se acentuará este segundo trimestre, segundo previsões do Banco da Espanha, que afirmou na quarta-feira que o PIB “cairá a um ritmo mais intenso” entre abril e junho.

O governo de Mariano Rajoy prevê uma contração do PIB de 1,7% em 2012.