Inflação anual na zona do euro permanece em 1,3% em julho

Com o resultado divulgado, o Eurostat confirmou sua estimativa preliminar de inflação anual

Bruxelas – A inflação nos 19 países que usam o euro repetiu em julho a mesma taxa do mês anterior, informou nesta quinta-feira a agência de estatísticas europeia Eurostat, mas a alta do núcleo do índice de preços acelerou.

A Eurostat confirmou sua estimativa preliminar de inflação anual de 1,3 por cento na zona do euro, com o núcleo do índice, que exclui os preços voláteis de energia e alimentos não processados, também avançando 1,3 por cento.

Essa métrica é acompanhada de perto pelo Banco Central Europeu (BCE) ao determinar a política monetária.

Embora a alta de preços ainda esteja abaixo da meta do BCE de perto mas abaixo de 2 por cento, o núcleo da inflação acelerou em relação à taxa de 1,2 por cento de junho e ficou acima da expectativa de analistas em pesquisa da Reuters de 1,2 por cento.

Outros dados econômicos divulgados nesta quinta-feira mostraram que o superávit comercial da zona do euro ficou em 26,6 bilhões de euros em junho, também acima das expectativas.