Indústrias da zona do euro entram em 2017 com força, mostra PMI

PMI final do IHS Markit para a indústria da zona do euro atingiu 54,9 em dezembro

Londres – As indústrias da zona do euro iniciaram 2017 com força, após elevarem a atividade no ritmo mais rápido em mais de cinco anos em dezembro, mostrou nesta segunda-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI final do IHS Markit para a indústria da zona do euro atingiu 54,9 em dezembro, em linha com a preliminar e no nível mais alto desde abril de 2011.

A leitura ficou acima da marca de 50 que separa crescimento de contração e dos 53,7 de novembro. O subíndice de produção saltou para a máxima de 32 meses de 56,1, ante 54,1.

“As indústrias da zona do euro estão entrando em 2017 com força, tendo terminado 2016 com um salto na produção”, disse o economista-chefe do IHS Markit Chris Williamson.

“Para colocar os dados do PMI em perspectiva, a máxima de cinco anos em meio em dezembro é amplamente consistente com uma produção industrial crescendo a uma taxa anual de aproximadamente 4 por cento.”

Sugerindo que este mês também será forte, o subíndice de novas encomendas subiu para 55,9 de 54,4, nível mais alto desde abril de 2011, embora as empresas tenham elevado os preços no ritmo mais forte em mais de cinco anos.