Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Indústria e exportações fortes indicam reação econômica alemã

Com exportações acima do esperado e uma segunda alta consecutiva da produção industrial, a Alemanha espera uma recuperação do seu ritmo de crescimento

Berlim – As exportações da Alemanha saltaram mais do que o esperado em novembro, registrando o maior aumento mensal em quatro anos e meio e elevando a produção industrial, o que direcionou o crescimento da maior economia da Europa no quarto trimestre do ano passado.

Os dados, divulgados pela Agência Federal de Estatísticas e pelo Ministério da Economia nesta segunda-feira, reafirmaram as expectativa de uma forte recuperação no quarto trimestre de 2016 depois da desaceleração do ritmo de crescimento no terceiro trimestre devido às exportações mais fracas.

“O Ano Novo começou com notícias ligeiramente boas”, disse o economista do ING Carsten Brzeski.

A produção industrial subiu pelo segundo mês consecutivo em novembro, crescendo 0,4 por cento na comparação mensal, disse o Ministério da Economia. Isso foi ligeiramente mais fraco do que a expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,6 por cento.

Dados separados mostraram que as exportações ajustadas sazonalmente avançaram 3,9 por cento no mês em novembro.

Esse foi o resultado mensal mais forte desde maio de 2012 e foi melhor do que a expectativa em pesquisa da Reuters de aumento de 0,5 por cento.

As importações cresceram 3,5 por cento, leitura mais forte desde junho de 2014 e também bem melhor do que a expectativa de aumento de apenas 0,2 por cento.

O superávit comercial ajustado sazonalmente aumentou para 21,7 bilhões de euros de 20,6 bilhões em outubro.