Indústria da zona do euro sobe mais que o esperado em maio

Na comparação com o mês anterior, a produção industrial da zona do euro cresceu 1,3 por cento, chegando a um aumento de 4 por cento na base anual

Bruxelas – A produção industrial nos 19 países que usam o euro subiu mais do que o esperado em maio, ajudada pelo aumento na fabricação de bens de capital e de bens duráveis ao consumidor, informou a agência de estatísticas europeia nesta quarta-feira.

Na comparação com o mês anterior, a produção industrial da zona do euro cresceu 1,3 por cento, chegando a um aumento de 4 por cento na base anual.

O resultado foi bem melhor do que a expectativa em pesquisa da Reuters com 42 economistas de altas respectivamente de 1,1 e de 3,6 por cento.

O crescimento foi mais forte para bens de capital, como maquinário e equipamentos; e para bens duráveis ao consumidor, como carros e eletrodomésticos, que avançaram 2,3 e 1,8 por cento respectivamente sobre o mês anterior.