Indústria automotiva eliminou 379 vagas em janeiro

O setor encerrou o primeiro mês do ano com 129.397 empregados, queda de 0,3% na comparação com dezembro e tombo de 10,2% ante janeiro de 2015

São Paulo – A indústria automobilística eliminou 379 vagas em janeiro, divulgou nesta quinta-feira, 4, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Após as demissões, o setor encerrou o primeiro mês do ano com 129.397 empregados, queda de 0,3% na comparação com dezembro e tombo de 10,2% ante janeiro de 2015.

Apenas o segmento de autoveículos (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) registrou retração de 0,3% no número de empregados em janeiro na comparação mensal, ao totalizar 113.977 funcionários. Em relação a janeiro do ano passado, a queda foi de 9,4%.

No segmento de máquinas agrícolas houve recuo de 0,1% no número de empregados ante dezembro e de 16,1% na variação anual, para 15.420 funcionários.

Veículos flex

Ainda segundo a Anfavea, a fatia de automóveis e veículos comerciais leves biocombustíveis (flex) no total de veículos vendidos em janeiro ficou em 88,4%, patamar inferior ao verificado em dezembro do ano passado (88,6%).

Ao todo, os veículos flex somaram 132.454 unidades no primeiro mês do ano.

Em janeiro de 2015, a participação das vendas dos veículos flex havia alcançado 88,8%.