Governo publica edital para venda da Celg-D

Segundo uma fonte envolvida na operação, há quatro grupos olhando intensamente a possibilidade de comprar a empresa

Brasília – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério de Minas e Energia (MME) publicaram no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 28, o edital para a venda da Celg-D, distribuidora de energia elétrica controlada pela Eletrobras e pelo Governo do Estado de Goiás, por meio da Celgpar.

Conforme o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, antecipou nesta quinta-feira, 28, o leilão está marcado para ocorrer no dia 30 de novembro, na sede da BM&FBovespa, em São Paulo.

As propostas dos interessados na concorrência devem ser entregues cinco dias antes, em 25 de novembro. Segundo uma fonte envolvida na operação, há quatro grupos olhando intensamente a possibilidade de comprar a empresa. A expectativa é que a privatização atraia o interesse de investidores chineses.

De acordo com o edital, o montante global a ser arrecadado em decorrência da alienação do controle da companhia será de pelo menos R$ 1,791 bilhão. Esse preço mínimo de venda da empresa já havia sido fixado pelo Conselho do Programa de Parceria de Investimentos (PPI).

O edital também define que a garantia da proposta no leilão deverá ser apresentada em caução em dinheiro, títulos da dívida pública federal, seguro-garantia ou fiança bancária, no valor de R$ 17,081 milhões, com prazo mínimo de 180 dias, contados da data de entrega da proposta.