Governo anuncia leilão de concessão da Ponte Rio-Niterói

O novo leilão está previsto para 2015

Brasília – Ainda como ministro dos Transportes, César Borges apresentou nesta sexta-feira, 27, um balanço das concessões rodoviárias já realizadas pelo Programa de Investimentos em Logística (PIL).

Ele citou que o governo fará um novo leilão para a concessão da Ponte Rio-Niterói em 2015, quando vence o atual contrato.

“Como já é um investimento amortizado, devemos cobrar uma outorga, além da modicidade tarifária”, afirmou. De acordo com ele, 11 empresas já apresentaram projetos de interesse nessa concessão.

Borges destacou os seis leilões já realizados de rodovias que, segundo o ministro, obtiveram bastante competitividade.

“O PIL é um programa que era tido como de difícil execução, porque se colocava novo modelo de concessão que obriga a execução das obras em cinco anos, e exige pelo menos 10% de duplicação de cada trecho para o início da cobrança de pedágio. O programa é um sucesso e as obras já estão em andamento”, completou.

Borges transmite hoje o cargo de ministro dos Transportes de volta para seu antecessor, Paulo Passos, que ocupava a presidência da Empresa de Planejamento e Logística (EPL).

Borges chefiará a Secretaria Especial de Portos (SEP), no lugar de Antonio Henrique Silveira, que passará para a secretaria-executiva da mesma pasta.