Fitch prevê estabilização de alguns fundamentos econômicos

Entre os indicadores do Brasil que a Fitch vê tendência de convergência em 2017, estão os de crescimento do PIB, de inflação e de déficit fiscal primário

São Paulo – Alguns dos principais indicadores considerados pela Fitch Ratings para dar suporte à nota soberana do Brasil tendem a se estabilizar a partir de 2017, disse nesta quarta-feira o diretor da agência de classificação de risco no país, Rafael Guedes.

“Nossos analistas dizem que está havendo uma estabilização”, afirmou Guedes em apresentação a profissionais do mercado financeiro durante evento em São Paulo.

Entre os indicadores do Brasil que a Fitch vê tendência de convergência para níveis semelhantes aos de países com a mesma nota pela agência, estão os de crescimento do PIB, de inflação e de déficit fiscal primário.

A nota soberana atual do Brasil pela Fitch é BB, com perspectiva negativa. Desde 2015, o rating brasileiro pela agência foi reduzido três vezes.