Fenabrave defende prorrogação de IPI para veículos

De acordo com o presidente da federação, Flávio Meneghetti, o governo, Fenabrave e Anfavea têm que permanecer juntos, para uma união com resultados

Brasília – O presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Flávio Meneghetti, defendeu nesta sexta-feira a prorrogação da desoneração de IPI para automóveis, que se encerra no dia 31 agosto. “Sou um otimista, e é importante que o IPI seja prorrogado”, afirmou ao sair de reunião com o ministro interino da Fazenda, Nelson Barbosa.

De acordo com Meneghetti, o governo, Fenabrave e Anfavea têm que permanecer juntos, pois esta é uma união que vem apresentando resultados. De acordo com o executivo, até maio, as vendas do setor vinham apresentando queda (-1,5%). Em julho, conforme dados da Fenabrave, as vendas subiram 1,5%.

“Com isso, deixamos de projetar uma queda e passamos a prever crescimento de 3% a 4% em 2012 para os veículos”, informou. Estes números foram apresentados a Barbosa, justamente para argumentar a necessidade do setor em relação à desoneração do IPI. O presidente da Fenabrave disse que a solicitação foi feita, mas que não se falou em prazos.