Escândalo da carne não entra em acordo Mercosul-UE, diz ministro

União Europeia cortou as importações de carne do Brasil após fiscais serem acusados de receber propinas para liberar a venda de carne estragada

Brasília – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, disse nesta terça-feira que o escândalo envolvendo suspeitas de corrupção sobre o setor de carnes brasileiro não será discutido no encontro desta semana entre negociadores da União Europeia e do Mercosul, em Buenos Aires.

A União Europeia cortou as importações de carne do Brasil na segunda-feira após a Polícia Federal acusar fiscais de receberem propinas para liberar a venda de carne estragada.

O escândalo vem em um momento sensível em que UE e Mercosul sentam para negociar a redução de barreiras ao comércio entre os blocos.