Economia da China deve crescer 7% em 2015, diz premiê

A China estima que o crescimento econômico deste ano fique em 7%, o que seria uma desaceleração ante 2014

Pequim – A China estima que o crescimento econômico deste ano fique em 7%, afirmou hoje o primeiro-ministro do país, Li Keqiang.

Se atingido, o resultado deve significar uma desaceleração ante o crescimento de 7,4% de 2014, o pior número desde 1990.

Li discursou de abertura do Congresso Nacional do Povo da China.

Ele anunciou também que a meta de inflação foi reduzida para 3%, ante 3,5% do ano passado. Os preços ao consumidor terminaram em 2,0%, o que elevou alguns economistas a levantarem a hipótese de riscos deflacionários.

O premiê também disse que o governo pretende criar 10 milhões de empregos na zona urbana este ano, a mesma meta do ano passado. Em 2014, mais de 13 milhões de empregos foram criados nas cidades chinesas. Fonte: Dow Jones Newswires.