Dívida de bancos espanhóis com BCE alcança novo recorde

A dívida alcançou 337,2 bilhões de euros em junho evido às recentes injeções de liquidez do BCE no setor

Madri – A dívida dos bancos espanhóis com o Banco Central Europeu (BCE) bateu um novo recorde em junho e alcançou 337,2 bilhões de euros devido às recentes injeções de liquidez do BCE no setor, indicou nesta sexta-feira o Banco da Espanha.

O volume desta dívida, um indicador da capacidade dos bancos espanhóis de se financiar nos mercados, bate recordes desde fevereiro.

Em julho de 2010, a dívida dos bancos espanhóis com o BCE alcançou 131,9 bilhões de euros e depois começou a baixar, até 42,23 bilhões em abril de 2011. Mas a partir de julho do ano passado voltou a subir.

Entre abril e maio deste ano aumentou 9,2% e depois subiu 17,2% entre maio e junho.

O aumento da dívida dos bancos espanhóis é consequência das recentes injeções de liquidez do BCE no setor financeiro da Eurozona.