CVM esclarece que processos envolvendo Grupo X são 15

A Comissão esclarece que já são 15 os processos administrativos em curso abertos envolvendo administradores e companhias do grupo X, criado por Eike Batista

Rio – A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) esclarece que já são 15 os processos administrativos em curso abertos envolvendo administradores e companhias do grupo X, criado pelo empresário Eike Batista.

A xerife do mercado de capitais esclarece também que realiza ainda outras 10 análises preliminares de potenciais irregularidades nas companhias que formavam o império do ex-bilionário.

A lista inclui também a mineradora MMX e o braço de construção naval OSX, ambas em recuperação judicial atualmente.

A autarquia marcou para o dia 18 os julgamentos de cinco processos sancionadores em que são acusados o próprio Eike e ex-administradores das empresas OGX, LLX, CCX e Eneva. Com isso restarão dez casos a serem julgados.