Cuba prevê crescimento de 4% do PIB neste semestre

Todas as atividades econômicas cresceram neste período, especialmente a indústria açucareira e manufatureira, a construção e o comércio

Havana – O Produto Interno Bruto (PIB) de Cuba crescerá cerca de 4% no primeiro semestre deste ano, segundo estimativas do governo divulgadas pela imprensa oficial nesta segunda-feira.

“A economia está em um bom ritmo de crescimento. Estamos em condições para terminar bem o ano, mas temos que continuar trabalhando duro”, assinalou o ministro da Economia e Planejamento, Marino Murillo, em reunião do Conselho de Ministros realizada na sexta-feira passada e da qual as informações vazaram hoje.

O governo de Cuba estabeleceu a previsão de crescimento econômico em 2015 exatamente em 4%, após fechar 2014 com uma alta de 1,3% no PIB, quase um ponto percentual abaixo do estimado inicialmente.

Na primeira metade deste ano, a balança comercial teve um “comportamento positivo”, embora existam “tensões nas finanças externas”, indicou o ministro.

Todas as atividades econômicas cresceram neste período, especialmente a indústria açucareira e manufatureira, a construção e o comércio. As menores altas foram registradas nos setores de transporte, armazenamento e comunicações.

Também se manteve a instabilidade na oferta de alguns produtos alimentícios. Por isso, o governo destinará US$ 40 milhões para a compra dessas mercadorias.

Quanto aos investimentos previstos para esse ano, a execução do orçamento será concentrada no segundo semestre, embora já seja esperada um descumprido de 7,7% do plano previsto.

O governo de Raúl Castro também espera que o déficit fiscal no fechamento do ano seja de 4,2% contra 6,2% previstos.

Durante a gestão do general, Cuba empreendeu um processo de atualização de seu modelo econômico socialista, com uma limitada abertura à iniciativa privada e planos para atrair mais investimento estrangeiro.

A previsão de crescimento do PIB cubano em 4% ocorre em um período que coincide com um processo de reaproximação entre o país e os Estados Unidos.