Cuba inaugura primeira fábrica de computadores e tablets

A princípio, os produtos serão destinados ao mercado atacadista, centros estatais e organismos da administração central do Estado.

Havana – Cuba inaugurou nesta sexta-feira em Havana sua primeira fábrica de computadores portáteis e tablets, com tecnologia e matéria-prima chinesa e uma capacidade de produção de cerca de 500 equipamentos diários, informou a televisão estatal do país.

A estatal Empresa Industrial para a Informática, as Comunicações e a Eletrônica (Gedeme), pertencente ao Ministério de Indústrias, e à Universidade das Ciências Informáticas (UCI) foram as principais encarregadas da iniciada da nova fábrica.

O tipo de computadores laptops que produzirá são de sexta geração, enquanto as tablets contarão com dois modelos, de 8 e 10 polegadas, esta última com acessórios e um teclado que permite sua conversão a uma minilaptop, com capacidade de até um terabyte de informação, segundo a nota divulgada.

A multinacional chinesa Haier fornece toda a tecnologia e o equipamento instalado na fábrica e, além disso, a matéria-prima do processo produtivo destes equipamentos, enquanto a Universidade das Ciências Informáticas de Havana entra com os sistemas operacionais.

Diretores e especialistas da Gedema disseram que dispõem de modernos equipamentos para o diagnóstico e a comprovação das características dos computadores e dos tablets, que permitem medir a sensibilidade da tela tátil, a umidade e a resistência a impactos.

A princípio, os produtos serão destinados ao mercado atacadista, centros estatais e organismos da administração central do Estado.

A nova fábrica tem uma capacidade para produzir cerca de 500 equipamentos diários, que no encerramento de cada ano somariam perto de 120 mil unidades.