Crescimento do emprego privado supera previsões nos EUA

A cifra supera amplamente a previsão média dos analistas, que esperavam a criação de 160.000 postos de trabalho

Washington – O setor privado nos Estados Unidos criou mais empregos do que o esperado em novembro, com 215.000 contratações, segundo uma pesquisa mensal publicada nesta quarta-feira pela empresa de serviços ADP.

A cifra supera amplamente a previsão média dos analistas, que esperavam a criação de 160.000 postos de trabalho.

Além disso, a criação de empregos para outubro, inicialmente estimada em 130.000, foi revisada a 184.000.

Novembro “é o mês mais forte do ano 2013 em termos de crescimento do emprego”, destacou em um comunicado Carlos Rodriguez, presidente de ADP.

“É um sinal estimulante para o fim do ano”, acrescentou.

“A surpresa neste relatório é a combinação de dados robustos para novembro e de uma substancial revisão para outubro”, destacou Ian Shepherdson, economista chefe da Pantheon Macroeconomics.

O governo publica na sexta-feira seu relatório sobre o emprego para novembro e a maioria dos analisas esperam uma queda da taxa de desemprego, que ficou em 7,3% em outubro.