Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Coreia do Sul sacrifica milhões de aves por gripe aviária

Maioria das aves abatidas era formada por galinhas "poedeiras", elevando acentuadamente os preços locais dos ovos

Seul – A Coreia do Sul determinou o maior abate já registrado de frangos e outras aves no país, sacrificando milhões de aves para combater um surto de gripe aviária que está se propagando em um ritmo sem precedentes, segundo o governo.

A maioria das aves abatidas era formada por galinhas poedeiras, elevando acentuadamente os preços locais dos ovos.

Entre os primeiros consumidores a reagir, as padarias disseram que estavam reduzindo as compras de ovos e algumas famílias disseram que estavam preferindo outros alimentos.

O Ministério da Agricultura disse na sexta-feira que havia determinado o abate de mais 4 milhões de aves, o que levaria o número total de aves mortas desde meados de novembro para 16 milhões, quase um quinto do total de aves do país.

Na quinta-feira, a Coreia do Sul elevou seu status de alerta de gripe aviária para seu nível mais alto pela primeira vez, devido ao rápido avanço do vírus H5N6.

O governo afirmou que já encontrou 54 casos do vírus em aves desde que o primeiro surto foi registrado em 18 de novembro.

“Este vírus parece ser mais altamente patogênico e está se espalhando mais rápido do que o vírus H5N8, que ocorreu em 2014”, disse o Ministro da Agricultura Kim Jae-soo a repórteres.