Coreia do Sul reduz juros para estimular economia

Trata-se da segunda redução da taxa desde julho, mês em que o banco central sul-coreano voltou a mexer no indicador, o que não fazia desde fevereiro de 2009

Seul – O Banco da Coreia (BOK) reduziu nesta quinta-feira a taxa de juros em 0,25%, para 2,75%, como forma de combater a atual desaceleração da economia, provocada pelo enfraquecimento das exportações e da demanda interna.

Trata-se da segunda redução da taxa desde julho, mês em que o banco central sul-coreano voltou a mexer no indicador, o que não fazia desde fevereiro de 2009.

O novo corte nos juros, já previsto por especialistas locais, acontece dois dias depois de o Fundo Monetário Internacional (FMI) ter reduzido a previsão de crescimento do PIB sul-coreano de 3% para 2,7%.

Especialistas sul-coreanos consideram que a decisão do BOK faz parte dos esforços coordenados para amortecer o impacto da crise na Europa, que atingiu o setor exportador da Coreia do Sul.

A quarta maior economia da Ásia experimentou nos últimos meses uma queda em suas exportações, que correspondem a aproximadamente metade do seu Produto Interno Bruto (PIB).

As importações caíram a um ritmo ainda superior, afetadas pela desaceleração da demanda interna em um entorno marcado pela crise global.

O BOK também anunciou nesta quinta-feira o seu objetivo de manter entre 2,5% e 3,5% a inflação de 2013 a 2015.

O Banco Central sul-coreano apresentará ao longo desta quinta-feira sua estimativa revisada de crescimento do PIB em 2012, que deverá trazer um novo rebaixamento.