Construções de moradias iniciadas caem 11,0% nos EUA

O mercado imobiliário tem ganhado impulso neste ano, após um desempenho fraco em anos anteriores da recuperação econômica

Washington – As construções de moradias iniciadas nos Estados Unidos recuaram 11,0%, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 1,06 milhão em outubro, afirmou nesta quarta-feira o Departamento do Comércio.

As construtoras desaceleraram as obras em apartamentos e condomínios, que haviam impulsionado a demanda em boa parte do verão local. Economistas ouvidos pelo Wall Street Journal haviam previsto que a taxa ficasse em 1,16 milhão, em queda de 4,1%.

Os pedidos para novas construções, índice das construções futuras de residências, subiram 4,1%, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 1,15 milhão. Nesse caso, analistas previam 1,14 milhão.

Os dados do setor de construção de residências podem ser voláteis e muitas vezes são revisados. O relatório desta quarta-feira mostrou que em setembro a construção de moradias aumentou 6,7%, acima do avanço de 6,5% antes calculado.

O mercado imobiliário tem ganhado impulso neste ano, após um desempenho fraco em anos anteriores da recuperação econômica.

Ainda assim, a atividade no setor de construção está bem abaixo dos níveis anteriores à recessão, o que segundo economistas pode frear as vendas de novas casas.