Comércio mundial de pescado atingiu novos recordes em 2013

Produção pesqueira e a aquicultura podem alcançar um novo recorde mundial em 2013, com 160 milhões de toneladas, segundo dados preliminares da FAO

Roma – A produção pesqueira e a aquicultura podem alcançar um novo recorde mundial em 2013, com 160 milhões de toneladas, contra as 157 milhões do ano anterior, segundo os dados preliminares divulgados nesta sexta-feira pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

A agência da ONU, com sede em Roma, advertiu no entanto que embora o comércio mundial de pescado esteja gerando mais riqueza do que nunca, os países devem ajudar os pequenos pescadores e aquicultores a terem acessos aos lucros.

“Os números recordes do comércio refletem o forte crescimento da produção da aquicultura”, explicou o chefe do serviço de Produtos, Comércio e Comercialização da FAO, Audun Lem.

“A porcentagem da produção pesqueira que se comercializa em nível internacional é notável, em torno de 37% em 2013”, afirmou Lem. Para o funcionário da FAO, “isto transforma o setor pesqueiro em uma das indústrias mais globalizadas e dinâmicas na produção mundial de alimentos”.

A Organização da ONU pediu aos países que ajudem os pescadores de pequena escala e os trabalhadores do setor pesqueiro, dos quais cerca da metade são mulheres, a superar uma série de obstáculos.

Entre eles, a falta de poder de negociação e de acesso ao crédito, as dificuldades para cumprir a legislação de acesso ao mercado e a inadequada infraestrutura comercial, de modo que possam ter acesso aos mercados locais e globais.