China vai aumentar gastos fiscais e cortar impostos em 2017

Ministro das Finanças chinês, Xiao Jie, afirmou que o governo trabalha para tornar a política fiscal mais proativa e efetiva

Pequim – A China vai aumentar de forma apropriada os gastos em 2017 e continuará com as políticas para reduzir os impostos, afirmou nesta quinta-feira o Ministério das Finanças após reunião para determinar a agenda do próximo ano.

“Tornar a política fiscal mais proativa e efetiva, continuar com as políticas para reduzir os impostos, expandir apropriadamente os gastos fiscais, sustentar a economia para operar dentro de uma faixa razoável”, disse o ministro das Finanças, Xiao Jie.