Câmbio para fim de 2016 cai de R$ 3,39 para R$ 3,38, afirma Focus

Para o fim de 2017, a mediana para o câmbio passou de R$ 3,45 para R$ 3,49 de uma divulgação para a outra

Brasília – O Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 19, pelo Banco Central, mostrou que a cotação da moeda americana estará em R$ 3,38 no encerramento de 2016, ante R$ 3,39 de uma semana antes. Há um mês, estava em R$ 3,30. O câmbio médio de 2016 permaneceu em R$ 3,46, ante R$ 3,45 de um mês antes.

Para o fim de 2017, a mediana para o câmbio passou de R$ 3,45 para R$ 3,49 de uma divulgação para a outra, ante R$ 3,40 de um mês antes. Já o câmbio médio de 2017 foi de R$ 3,41 para R$ 3,42 – estava em R$ 3,36 um mês atrás.

Após a vitória de Donald Trump na eleição presidencial americana, no início de novembro, o BC brasileiro não apenas interrompeu as atuações com swap cambial reverso como retomou os leilões de swap cambial tradicional, como forma de reduzir a volatilidade e segurar a alta forte do dólar.

Segundo o presidente do BC, Ilan Goldfajn, a atual posição em swaps dá tranquilidade à instituição em suas atuações e o Banco Central pode usar qualquer instrumento disponível para conter a volatilidade.

Em dezembro, após completar a rolagem dos swaps que vencem em janeiro, o BC fez dois leilões de linha no dia 12, com oferta de até US$ 4,2 bilhões. As operações também tiveram como objetivo a rolagem de vencimentos de janeiro. Até o momento, o BC não colocou dinheiro novo no mercado neste mês, por meio de leilões de linha.