Brasil é primeiro lugar mundial (de longe) em juros reais

Taxa que desconta dos juros nominais a inflação dos últimos 12 meses é negativa na média mundial, mas já atinge 5,24% no Brasil

São Paulo – O Comitê de Política Monetária do Banco Central anunciou hoje uma alta de meio ponto percentual nos juros, que foram de 12,25% para 12,75%.

A última vez que a taxa chegou a este patamar foi em janeiro de 2009, após corte de um ponto percentual motivado pelos efeitos recessivos da crise internacional.

O número faz com que o Brasil fique em primeiro lugar absoluto em um ranking de juros reais com 40 países formulado pelo site MoneYou.

A taxa, que desconta dos juros nominais a inflação dos últimos 12 meses, está em 5,24% no país. O segundo lugar é da China, com 4,51%. No final da lista estão Hong Kong (-3,46%), Argentina (-12,25%) e Venezuela (-29,28%).

A média geral é negativa: -0,3%, um fenômeno comum na maior parte do mundo industrializado. Veja os 40 países do ranking:

  País Taxa
1 Brasil 5,24%
2 China 4,51%
3 Hungria 3,55%
4 Grécia 2,93%
5 Taiwan 2,85%
6 Polônia 2,84%
7 Tailândia 2,53%
8 Índia 2,27%
9 Malásia 2,23%
10 Filipinas 1,56%
11 Coreia do Sul 1,49%
12 África do Sul 1,29%
13 Espanha 1,16%
14 Indonésia 1,14%
15 Singapura 0,79%
16 Colômbia 0,65%
17 Israel 0,60%
18 Austrália 0,54%
19 Bélgica 0,45%
20 França 0,45%
21 Portugal 0,45%
22 Estados Unidos 0,35%
23 Itália 0,24%
24 Reino Unido 0,20%
25 Suécia 0,10%
26 Holanda 0,05%
27 Rússia 0,00%
28 Turquia -0,05%
29 Alemanha -0,05%
30 República Checa -0,05%
31 México -0,07%
32 Canadá -0,25%
33 Suíça -0,25%
34 Áustria -0,55%
35 Dinamarca -0,65%
36 Chile -1,44%
37 Japão -2,34%
38 Hong Kong -3,46%
39 Argentina -12,25%
40 Venezuela -29,28%
  Média -0,03%