BNDES prioriza empresas médias em novas regras ao exportador

Para exportadoras nacionais nesta categoria, todos os recursos oriundos BNDES - que poderão chegar a até 70% do total - serão referenciado na TJLP

São Paulo – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta segunda-feira novas regras de crédito a exportadores, com prioridade para empresas com faturamento bruto anual de até 300 milhões de reais.

Para exportadoras nacionais nesta categoria, todos os recursos oriundos BNDES — que poderão chegar a até 70 por cento do total — serão referenciado na TJLP, hoje em 7,5 por cento ao ano, a taxa mais barata do mercado.

Para as empresas exportadoras com faturamento acima de 300 milhões de reais por ano, a Selic — hoje em 14,25 por cento — será a principal referência.

Nestes casos, a Selic será a taxa para até 70 por cento dos empréstimos do banco para exportações de bens de capital e até 100 por cento para bens de consumo.