BC do Japão mantém política monetária e fala em reação econômica

Autoridade monetária japonesa deixou inalterada a meta para o rendimento do título de 10 anos de em torno de zero por cento

Tóquio – O Banco Central do Japão deixou inalterada a política monetária e ofereceu uma visão melhor da economia nesta terça-feira, sinalizando sua convicção de que o iene fraco e a recuperação na demanda internacional vão fortalecer as perspectivas para uma recuperação sólida.

“A economia do Japão continua a se recuperar moderadamente como tendência”, disse o Banco do Japão em comunicado anunciando sua decisão de política monetária.

Essa avaliação foi mais positiva do que a que havia sido feita em 1 de novembro, quando afirmou que embora a economia do Japão continuasse a se recuperar moderadamente como tendência, havia alguma fraqueza nas exportações e na produção.

Em uma decisão amplamente esperada, o banco central manteve a taxa de 0,1 por cento que cobra sobre uma parcela das reservas em excesso que as instituições financeiras deixam no Banco do Japão.

Também deixou inalterada a meta para o rendimento do título de 10 anos de em torno de zero por cento.